Por que as empresas brasileiras não investem em cibersegurança_

Por que as empresas brasileiras não investem em cibersegurança?

Será mesmo que as empresas brasileiras não investem em cibersegurança? Infelizmente, para a grande maioria, a cibersegurança, de fato, não é uma prioridade interna. E podemos ver isso refletido nos casos de ataques cibernéticos que vêm acontecendo nos últimos anos.

Mas, há esperança para uma melhoria neste quadro, tendo em vista que algumas questões já estão avançando nesse sentido.

A seguir, vamos entender mais sobre o por que o Brasil investe tão pouco em cibersegurança e o que pode ser feito para melhorar isso.

Estudo do MIT mostra que o Brasil é um dos países mais vulneráveis a ataques digitais

The Cyber Defense Index é um índice que foi desenvolvido pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology) com o intuito de avaliar a capacidade que cada país possui de se defender contra os ataques cibernéticos. Para isso, ele leva em consideração diversos fatores, como a resposta que eles dão em casos de ameaças cibernéticas, capacidade de se prevenir, etc.

A partir dos dados coletados e disponibilizados recentemente pelo The Cyber Defense Index, podemos ver que o Brasil está em 18º lugar no ranking, mostrando uma certa preocupação quanto à segurança cibernética em nosso país. 

Isso nos mostra a importância que há em preservar dados e informações pessoais na internet, principalmente ao armazenar na nuvem, afinal, os riscos são altos. Mas, para que isso aconteça, é preciso que as empresas brasileiras passem a buscar mais informações e meios de se prevenir de ataques cibernéticos.

Por que o Brasil não investe em cibersegurança?

Não é que o país não invista em cibersegurança, na verdade isso tem melhorado com o passar dos anos, mas ainda precisa passar por muitos avanços e maiores investimentos para conseguir melhorar sua posição no ranking de segurança cibernética.

Os principais motivos que podem atrapalhar este avanço estão ligados a:

Falta de conscientização

Falta conscientização para a população e também para as empresas sobre os riscos que a falta de cibersegurança pode trazer para os negócios e para a vida pessoal dos indivíduos. 

Por exemplo, se uma empresa deixar vazar os dados de seus clientes, além da empresa perder contatos e clientes, ainda terá prejudicado milhares de pessoas no processo. Tudo isso por não conhecer os riscos ou não vê-los como algo que possa acontecer a eles.

Baixos investimentos

A empresa pode julgar mais importante realizar investimentos em outras áreas do negócio, por exemplo, e minimizando a importância que há em investir em cibersegurança. Com isso, acabam separando um investimento relativamente baixo para a contratação de uma plataforma de cibersegurança, por exemplo, ou até mesmo para a instalação de um bom antivírus e outros meios de proteção.

Pouca mão de obra

E além dos motivos acima, temos também a falta de mão de obra para essa área. A boa notícia é que essa escassez pode gerar bons resultados financeiros para os profissionais e, com isso, chamar a atenção de mais pessoas para essa área e aumentar o número de pessoas atuando com segurança cibernética.

Mas, enquanto isso, a falta de mão de obra tem sido um dos principais fatores da falta de investimento em cibersegurança no país.

Por que investir em cibersegurança é importante?

Investir em cibersegurança é oferecer à sua empresa uma proteção precavida, tendo em vista que irá contribuir para que o sistema não seja invadido e não haja vazamento de dados e outras informações importantes dos negócios.

Além disso, hoje temos a LGPD, que é a Lei Geral de Proteção de Dados, que busca garantir que as empresas realizem a devida proteção de dados, envolvendo todo o processo de coleta, armazenamento, processamento e até mesmo o compartilhamento destes dados.

Quando essa lei é descumprida, como em casos de vazamento de informações de usuários, a empresa sofrerá com multas e sanções de acordo com o ocorrido. Ou seja, a falta de segurança cibernética poderá resultar em muitos prejuízos.

Por isso, essa medida de proteção é uma maneira de prevenir contra possíveis prejuízos financeiros em casos de ataques cibernéticos e vazamento de dados. 

É como pagar um seguro, onde o intuito é nunca precisar utilizá-lo. Só que, com uma equipe de segurança cibernética, o trabalho é diário para combater vulnerabilidades, melhorar a proteção interna, realizar testes de segurança e muitas outras ações.

De forma geral, esse é um investimento muito bem feito pensando na saúde da empresa e na reputação que ela possui no mercado em que atua, além de ajudar a atrair mais clientes que prezam pela segurança de seus dados.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Copyright @ Rainforest Technologies 2023. All Rights Reserved.