Desenvolvedor programando códigos e os testando de acordo com SAST e DAST.

O que são SAST e DAST e como eles protegem seu desenvolvimento

O que são SAST e DAST? Conhecer essas ferramentas de cibersegurança poderá garantir uma proteção essencial de seu desenvolvimento.

Tudo que está ligado à internet tem crescido consideravelmente nos últimos tempos. Isso é um fato que todos podemos acompanhar diariamente com os avanços da tecnologia e as novas possibilidades que vão surgindo.

Além disso, podemos ver esse crescimento nos aplicativos que utilizamos em nosso dia a dia. Já parou para pensar quantos apps você acessa diariamente? Certamente, são vários. Utilizamos essas ferramentas para transporte, pedir comida, fazer mercado e até mesmo para nos divertir e se manter em forma.

Com isso, é comum que esses apps estejam cada vez mais preparados para proteger seus usuários, pois os crimes cibernéticos também cresceram neste período de tempo. Essa é uma preocupação das próprias empresas, tendo em vista que possuem uma quantidade considerável de dados e sistemas que necessitam de proteção.

E para isso, já temos acesso a uma variedade de ferramentas que possibilitam que os riscos sejam contidos, além de contribuir para a correção de possíveis vulnerabilidades para impedir ataques virtuais.

Entre essas ferramentas, temos o SAST e o DAST. A seguir, você irá compreender melhor do que cada um deles se trata. Confira!

O que é SAST?

SAST (Static Application Security Testing) trata-se de um teste de segurança de aplicativo estático, sendo muito utilizado para realizar a proteção de softwares por meio da conferência do código-fonte destes mesmos softwares. Assim, é possível encontrar quais são as fontes de vulnerabilidades que devem ser corrigidas no app.

Ou seja, ele é utilizado para prevenir invasões de dados nestes apps, encontrando possíveis problemas antes que uma verdadeira ameaça surja para realizar ataques.

Entre as vantagens de utilizar o SAST, temos essa possibilidade de identificar a vulnerabilidade com antecedência, sendo possível realizar testes antes da implantação. Além disso, irá garantir que você receba informações detalhadas, o que irá permitir que sua equipe cuide dos problemas identificados.

O que é DAST?

DAST (Dynamic Application Security Testing) trata-se de um teste de segurança de aplicativo dinâmico, sendo um processo de teste não funcional. Com ele, é possível realizar a avaliação do app utilizando determinadas técnicas, com as quais será possível identificar as vulnerabilidades na segurança deste aplicativo a partir do resultado do processo.

Entre as vantagens que o DAST oferece, temos a identificação de problemas relacionados ao tempo de execução que não são identificados ao realizar apenas uma análise estática.

Além disso, o DAST também contribui para a identificação de forma eficiente de possíveis problemas relacionados à autenticação e configuração de servidores.

Por fim, também irá fazer uma lista com todas as falhas que estão visíveis apenas após o app estar sendo utilizado por um de seus usuários. Assim, evita avaliações negativas e necessidade de atualizações frequentes para realizar a correção.

Agora que você já conhece ambas as ferramentas, saiba que na maioria dos casos elas são utilizadas em conjunto. Afinal, enquanto uma não consegue identificar os erros durante a execução, a outra não realiza a sinalização de erros no código. Com isso, podem ser complementares e facilmente aplicáveis dessa forma.

Qual a diferença entre SAST e DAST?

Uma de suas principais diferenças está na função que cada uma dessas ferramentas exerce, sendo que o SAST é voltado para aplicações estáticas e o DAST para aplicações dinâmicas.

Além disso, o SAST é um tipo de segurança que é voltado para o que chamamos de caixa branca, enquanto o DAST é voltado para a segurança de caixa preta.

No SAST, os testes são realizados de dentro para fora, enquanto no DAST são feitos testes de fora para dentro. 

Para exemplificar, um teste SAST pode ser feito antes do software ser publicado, ainda em ambiente de desenvolvimento e até localmente, enquanto o DAST precisa ser feito com a aplicação em produção – mesmo que em ambiente de homologação.

O custo para correção de pontos vulneráveis com o SAST é mais baixo do que se for utilizar o DAST, e isso acontece porque, no DAST, as vulnerabilidades só serão identificadas no final. E essas são algumas das principais diferenças, mas lembrando que ambas análises são importantes e podem ser feitas em momentos diferentes durante o Ciclo de Vida do Desenvolvimento do Sistema (SDLC).

Vantagens de realizar testes de segurança

Ao realizar os testes de segurança em seu aplicativo e em outras áreas, você estará evitando possíveis fraudes, afinal, é feita a identificação de vulnerabilidades.

Além disso, irá impedir que sua aplicação seja invadida por criminosos cibernéticos e prejudiquem o desempenho de seus serviços.

E ao dar valor para a segurança, você estará respeitando o seu cliente – assim como seus parceiros e fornecedores. É excelente para passar segurança a eles e garantir que continuem utilizando os seus serviços.

Conte com a Rainforest!

Quer garantir a proteção de seu desenvolvimento? A Rainforest irá realizar esse serviço, utilizando de ferramentas como o SAST e  DAST para garantir que seus dados estejam devidamente protegidos contra ameaças externas.

Aproveite essa oportunidade para conhecer o nosso trabalho e tudo que você terá a ganhar com nossa plataforma.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Copyright @ Rainforest Technologies 2023. All Rights Reserved.