A evolução de SAST e DAST na era da computação em nuvem-min

A evolução de SAST e DAST na era da computação em nuvem

Quando falamos da evolução de SAST e DAST, certamente estamos falando de algo que veio para revolucionar a segurança da informação.

Como tudo isso começou, como essas ferramentas podem ajudar, e muito mais, é o que veremos a seguir.

A transição para a computação em nuvem

A transição para a computação em nuvem mudou completamente a forma como as grandes empresas e organizações desenvolvem, entregam e gerenciam seu software.

A computação em nuvem veio para revolucionar tudo isso, oferecendo maior flexibilidade, escalabilidade, redução de gastos e, claro, possibilitando que as organizações e empresas (de tamanhos variados) consigam obter uma infraestrutura de tecnologia da informação mais aprimorada e atualizada.

Mas, como tudo que vem junto com a tecnologia, há também o lado negativo, desafios para a segurança.

Por isso, vamos analisar melhor essa transição, falando sobre a evolução de SAST e DAST na era da computação em nuvem.

Como a computação em nuvem mudou o desenvolvimento de software

Afinal, como a computação em nuvem mudou o desenvolvimento de software? Antes dessa possibilidade, o software era desenvolvido em ambientes locais. No processo, os desenvolvedores tinham que lidar com recursos muito limitados, sem contar a infraestrutura, o que tornava tudo muito mais difícil para escalar.

Assim, com a migração acontecendo para a nuvem, empresas começaram a utilizar os servidores remotos, assim como serviços de hospedagem, o que permitiu que a infraestrutura se tornasse escalável de acordo com a demanda.

Assim, foi possível contar com maior agilidade no desenvolvimento e na entrega de software, o que também permitiu a implantação contínua e as práticas de DevOps.

Adaptação de SAST e DAST para ambientes de nuvem

Com essa atualização para a computação em nuvem, houve também a evolução nos processos de desenvolvimento, certo?

Assim, o que eram práticas consideradas tradicionais de SAST e DAST precisavam começar a se atualizar e se adaptar com os novos desafios da computação em nuvem.

Com isso, as ferramentas de SAST, que permitem a análise do código-fonte para detecção de possíveis vulnerabilidades, se atualizaram para passar a reconhecer peculiaridades das arquiteturas de nuvem.

Enquanto isso, com as ferramentas de DAST, responsáveis pelos testes exploratórios nas aplicações em execução, passaram por ajustes para interagir com diferentes ambientes dinâmicos e super distribuídos.

Desafios de segurança específicos da computação em nuvem

Uma das grandes preocupações quando falamos de computação em nuvem é a segurança, afinal, há uma maior exposição que possibilita mais ataques cibernéticos.

Ainda há a preocupação com o compartilhamento dos recursos entre vários usuários, o que também contribui para maior vulnerabilidade.

Por isso, é importante ter certeza de que o SAST e DAST sejam utilizados para realizar a detecção de possíveis falhas e garantir a devida proteção em todas as etapas do desenvolvimento de software.

Integrando SAST e DAST nas práticas de DevSecOps na nuvem

Uma prática que tem sido utilizada para combater possíveis desafios com a segurança é o DevSecOps, que permite integrar a segurança em todos os processos de desenvolvimento e não apenas no final do desenvolvimento.

Nisso, o SAST e DAST irão cumprir um papel importante, afinal, eles irão garantir uma análise contínua para realizar a detecção de possíveis pontos vulneráveis no software.

Casos de uso de SAST e DAST na computação em nuvem

SAST

As ferramentas SAST são excelentes para realizar a análise do código-fonte durante todo o processo de desenvolvimento do software, ajudando na identificação de vulnerabilidades.

Na computação em nuvem, são muito utilizados, detectando injeções de SQL, configurações que foram feitas da forma incorreta, dentre outros.

DAST

Nas ferramentas DAST, já é possível simular possíveis ataques reais, o que também permitirá a identificação de pontos vulneráveis.

Entre esses problemas, pode haver a exposição excessiva das informações consideradas sensíveis, falhas na configuração ou até mesmo autenticação inadequada.

Estudos de caso que demonstram a eficácia de SAST e DAST na nuvem

Um ótimo estudo de caso que provam a eficácia do SAST e DAST é o de uma empresa de e-commerce que conseguiu minimizar de forma drástica a quantidade de vulnerabilidades em seu aplicativo após ter implementado o SAST e DAST. Também existem casos onde empresas conseguiram evitar ataques perigosos por conta dessa evolução.

Conclusão e visão para o futuro

Essa evolução de SAST e DAST em uma era tão tecnológica tem feito toda a diferença para garantir a segurança no meio digital, principalmente de dados confidenciais.

Conforme a computação em nuvem se desenvolve, o que ocorre diariamente, é importante que o mesmo aconteça com as ferramentas que realizam a proteção nestes meios.

Como SAST e DAST podem evoluir ainda mais na era da computação em nuvem

Falando de evolução, é provável que haja uma integração muito mais aprofundada, utilizando práticas de DevSecOps para garantir que todo o processo seja seguro e muito bem desenvolvido.

Assim, é possível reduzir os desafios relacionados à segurança cibernética.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Copyright @ Rainforest Technologies 2023. All Rights Reserved.